Escrita

Sábado, como qualquer outro dia

IMG_20170305_182527

Sábado, como qualquer outro dia, no final da tarde, tem um sabor diferente de uma bebida quente e algo doce, só porque sim. Sabe a pausa e tranquilidade ilusória só por ser o dia que é.

É interessante como a vida nunca é calma nem completamente agitada.

Sim, não acho que em algum momento dela seja calma, ou então em muito poucos. Há sempre algo, sempre muito, sempre a acontecer. Sempre vozes, sempre ideias, horas sempre cheias. Sempre inícios e fins. E meios complicados, e demorados, e simples e bons.

Até aquilo que nos faz sentir bem, às vezes, nos faz ficar nervosos, ansiosos e até o entusiasmo leva à exaustão. O que dizer da diversão, que nos acaba as baterias na adolescência e nos tira o sono pela espera desenfreada dos amanhãs.

Os problemas e as soluções. Bons dias, tarefas, refeições, objectivos e coisas, e coisas e coisas…

Mas tão tranquila no meio de tudo, livre, e leve e fácil. Só pelo facto de ser inevitável nos permite seguir e ser. Descansar do cansaço com um sorriso no rosto como quem se sente bem. Respirar fundo os aromas do mundo, no meio do barulho que a vida faz. Ser assim, livre e leve como ela sem pressa, porque o tempo passa tão depressa que não nos vale correr para o apanhar.

É interessante como a vida é tão louca e sã, que se interna na liberdade do universo inteiro para curar os devaneios sinceros da realidade, onde se diagnostica sozinha e volta inteira para nos enlouquecer.

 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s